heart

Quando as coisas do coração
Não conseguem compreender
O que mente não faz questão
E nem tem forças pra obedecer
Quantos sonhos já destruí
E deixei escapar das mãos
Se o futuro assim permitir
Não pretendo viver em vão

Meu amor não estamos sós
Tem um mundo a esperar por nós
No infinito do céu azul
Pode ter vida em Marte

Então, vem cá me dá a sua língua
Então vem, eu quero abraçar você
Seu poder vem do sol
Minha medida
Então vem, vamos viver a vida
Então vem, senão eu vou perder quem sou
Vou querer me mudar para uma life on mars

Quando as coisas do coração
Não conseguem compreender
O que a mente não faz questão
Nem tem forças pra obedecer
Quantos sonhos já destruí
E deixei escapar das mãos
Se o futuro assim permitir
Não pretendo viver em vão

Meu amor, não estamos sós
Tem um mundo a esperar por nós
No infinito do céu azul
Pode ter vida em Marte

Então, vem cá me dá a sua língua
Então vem, senão eu vou perder quem sou
Seu poder vem do sol
Minha medida
Então vem, vamos viver a vida
Meu bem, senão eu vou perder quem sou
Vou querer me mudar para uma life on mars

Anúncios

your life is your life…

 

your life is your life
don’t let it be clubbed into dank submission.
be on the watch.
there are ways out.
there is a light somewhere.
it may not be much light but
it beats the darkness.
be on the watch.
the gods will offer you chances.
know them.
take them.
you can’t beat death but
you can beat death in life, sometimes.
and the more often you learn to do it,
the more light there will be.
your life is your life.
know it while you have it.
you are marvelous
the gods wait to delight
in you.

The Laughing Heart, Charles Bukowski

* weekend *

Na cidade onde nasci, cumprimos a visita obrigatória… O Portugal dos Pequenitos. Criado nos anos 40, em Coimbra, por Bissaya Barreto e projectado pelo arquitecto Cassiano Branco. Apesar de oferecer uma visão do mundo bastante colonialista, quando visitada com uma criança de dois anos, nada disso interessa. Ele adorou estar num mundo com outra escala, cheios de aventuras. Eu gostei de voltar a um local de memórias de infância, desta vez com um outro olhar para os pormenores.

In the city where I was born, we made the mandatory visit…Portugal dos Pequenitos. Created in the 40’s, in Coimbra, by Bissaya Barreto and architect Cassiano Branco. Although it offers a world vision quite colonialist, when you visit it with a 2 year old, none of that matters. He loved to be in a different scaled world, full of adventures. I liked to go back to childhood memories, this time with a different look at the details.

capuchinho vermelho | red riding hood cape

Já tinha chegado a algum tempo, um tesouro cheio de ideias apetecíveis para fazer. O primeiro projecto que decidi fazer foi esta capa de capuchinho vermelho para oferecer. Um pedaço de conto que encheu a nossa infância.

Vem do “Litlle things to sew“, da Oliver + S. A explorar ainda mais.

It had arrived a while ago, a treasure full of yummy ideas to do. The first project I made was this red riding hood cape for a gift. A piece of one of the tale from our childhood.

It’s from “Little thing to sew”, from Oliver + S.  More exploring needed.